quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Blogagem Coletiva - Uma Página do Meu Diário


A convite da Pandora e em comemoração aos 3 anos do blog Diário de Bordo da Alê, resolvi participar dessa blogagem coletiva. Nunca tinha feito isso antes nos outros blogs que já tive, mas gostei do tema: Uma página do meu diário.

Dos 13 aos 20 anos eu tive agendas que usava como diário. Eu guardo algumas delas até hoje. Nelas eu escrevia coisas importantes do meu dia a dia, colava bilhetinhos, letras de música, bilhetes de cinema, poemas, recortes de revista etc.

A agenda mais cheia de emoção, sem dúvida, é a dos meus 15/16 anos! Foi um ano que eu me apaixonei, mas não fui correspondida, foi ano que eu fiquei com alguém pela primeira vez, um ano que eu comecei a fazer planos importantes para a minha a vida, como vir ao Rio fazer faculdade (sou carioca, mas morei 8 anos em Manaus e voltei sozinha para estudar). Mas olhando a agenda daquele ano, vi o quanto eu era triste, deprimida, escrevia coisas muito duras e tristes para uma menina de 15/16 anos.

Tentei achar alguma coisa divertida para transcrever, mas é quase tudo muito deprê. Escolhi, então, a letra de uma música que amo até hoje e também tirei fotos de algumas coisas que me fazem lembrar do que havia de bonito naquela época. Assim não saio da proposta do meu blog.

As Rosas Não Falam (Cartola)

Bate outra vez com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão enfim

Volto ao jardim com a certeza de que devo chorar
Pois bem sei que não queres voltar para mim

Queixo-me às rosas, mas que bobagem, as rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam o perfume que roubam de ti

Devias vir para ver os meus olhos tristonhos
E quem sabe sonhavas meus sonhos por fim


A página (abstraiam a minha letra rs):


Poemas que escrevi e coloquei dentro da agenda:


Recortes de revista:



Beijo.

Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Que post mais lindo Nadia!!! Eu sou um ser emotivo táh e diário é um pedaço do coração de quem o escreve, é como se realmente você tivesse aberto um pouco de seu coração, tenho a impressão que esse é um exercício melindroso!

    Sabe, eu sempre escolho falar do lado bom de meus amores e guardar boas recordações, mas o fato é que nem tudo é alegria #Fato

    Eu também amo Cartola, Maria Quintana e meus diários também eram assim um misto de muitas coisas: poesias, recortes de jornal e etc...

    Obrigada pela participação, cheros e meu desejo de que dias e amores melhores venham para tod@s nós!!!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo e adorei tuas fotos com as coisinhas de lá...Ficou DEZ! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Acho que todas as meninas nessa idade tiveram umas agendas assim, ne Nadia? tipo, lotadinhas de papeis disso ou daquilo ,bilhetes de cinema, papel de bala ou chocolate sonho de valsa, hehehe, fazia parte da gente mesmo... e todo mundo queria as agendas mais bonitas, mais transadas, enfim.

    Entao vc morou na minha cidade quente e úmida por 8 anos?? Que legal saber! Sei, sei, nao precisa falar que vc nao gostava de morar em Manaus, ahahaha, ouco isso com mt frequência :-)
    Mas vou te falar algo que talvez vc ouca tbm com mt frequencia: cara, eu amo o Rio!!!!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, meninas. Fico feliz com as visitas e os comentários.
    Adorei participar.
    Beijo, Nadia

    ResponderExcluir
  5. E quem não teve uma paixão ou várias paixões platônicas ou não correspondidas? Acredito que todo o mundo. Lembro de um post de uma parceira que relatou paixonite platônica por um astro da tv, o post foi muito divertido, porque ela relatou de forma muito cômica, visto que hoje é mãe de dois filhos e tem mais de 40 anos. rs.
    Seu diário pelo que vejo era cheio de coisa, legal ter fotografado e dividido conosco.
    Não conheço Manaus, mas só posso dizer que: O Rio de Janeiro continua lindo.

    => CLIQUE => Escritos Lisérgicos

    ResponderExcluir
  6. Aos 15 e 16 anos eu também escrevia coisas tristes em diários. Eu era muito dura comigo mesma e acho que isso me dava pouco espaço para me apreciar. Escrevi muitos poemas neles e letras de música tb, mas as minas preferencias eram outras. Muito obrigada por participar dessa blogagem de aniversário do Diários de bordo! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá Nadia,
    Linda sua participação, não tive coragem em tirar fotos do meu, ele esta acabadinho.kkkkk
    Beijinhos.

    http://eternamentevv.blogspot.com.br/2012/09/uma-pagina-de-meu-diario.html

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pelas visitas. :)
    Adorei participar da blogagem coletiva.
    Beijo, Nadia

    ResponderExcluir
  9. kkkk, acho que todo mundo é meio deprê aos 15 anos, adoramos sofrer por nada.
    Também adoro "As rosas não falam", esse verso é um dos mais lindos da língua portuguesa:
    "Queixo-me às rosas, mas que bobagem, as rosas não falam
    Simplesmente as rosas exalam o perfume que roubam de ti"
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  10. Tão bom morrer de amor e continuar vivendo... Como é bom ler isso! Pois não é? Todo amor que morre é um pedacinho de nós que também morre. Mas tal qual uma largatixa, regeneramos!
    Pude perceber que aos 15/16 anos já tinha um certo bom gosto! :) Aos 15 eu já era mãe e os diários nunca existiram. Somente passei a escrever minhas anotações quando fui morar fora do país.
    Também estou participando da BC e cheguei ao seu blogue através da lista de participantes no blogue da Aleska.

    ResponderExcluir
  11. Essas agendas! \o/ Se for contar como diário, eu tenho uma dessas Duas, na verdade. São ótimas,não?
    Diário,infelizmente, não tenho mais. Me desfiz de um aos 20 anos e pouco.Tive minhas razões. Mas, ainda acho um costume muito bonito,singelo e que deveria ser mantido. Não sei. Eu gosto da ideia das pessoas poderem desabafar escrevendo

    @blogabs | Abs

    ResponderExcluir
  12. Essas agendas! \o/ Se for contar como diário, eu tenho uma dessas Duas, na verdade. São ótimas,não?
    Diário,infelizmente, não tenho mais. Me desfiz de um aos 20 anos e pouco.Tive minhas razões. Mas, ainda acho um costume muito bonito,singelo e que deveria ser mantido. Não sei. Eu gosto da ideia das pessoas poderem desabafar escrevendo

    ResponderExcluir
  13. Oi Nádia!

    Nunca consegui manter um diário. Eu começava, e depois desistia...Mas colava também um monte de coisas na minha agenda. ela servia para tudo, menos para marcar prova e deveres ;D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. A minha também não servia pra marcar nada importante. Só tinha besteira rsrs.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Oi Navirj,
    também estou participando na BC pág Diário.
    Estou visitando todas as entradas da lista devagar.
    Muito linda a letra dessa música. Fui escutar no Youtube. Incrivel como na adolescência a gente ama com todos os átomos do nosso ser. São sentimentos tão profundos e dolorosos, não é mesmo?
    Gostei dos recortes.
    Beijinhos de além-mar (Portugal).
    Rute

    ResponderExcluir
  16. Adorei conhecer um pouco sobre teus diários...Eu adorava usar imagens e CÓDIGOS, só eu entendia...Casei e para minha surpresa, meu marido tbm conhece esse código, dizem que é do exercito. Se quiser te ensino...Abraços e Parabens, muito meigo!

    ResponderExcluir
  17. Olá!!!
    Essa ideia é bem bacana, interessante que o blog já é um diário. Também tenho uns poemas meus antigos...
    Boa recordação a muito tempo que não ouvia essa música, de tão linda, tão poética não me importo que seja um pouco triste!!
    Ótima recordação vou até colocar no tub p/ escutar!
    Bjk

    ResponderExcluir

Adoro comentários e respondo aqui mesmo, conforme eu vou lendo.
Gentileza gera gentileza.
=)